E porque parar é morrer...

E porque parar é morrer...

    Após o reencontro com os membros pioneiros do grupo de teatro GEDE na celebração dos 20 anos deste, os membros do grupo antigo e actual encontraram-se, novamente, num jantar objectivando o convívio, no passado dia 30 de Novembro.
    Motivando sempre a vontade para o convívio, o GEDE dirigiu-se, no sábado dia 01 de Dezembro ao auditório da junta de freguesia de Carregosa a fim de ver o grupo URATE na encenação da peça “António Simões”.
    Depois de dois dias de descanso e convívio, o GEDE ganha forças para a próxima sexta-feira, nomeadamente 07 de Dezembro, para um exercício de improviso aberto ao público, dando assim os parabéns à ACRDE, Associação Cultural Recreativa e Desportiva de Escapães, à qual pertence.

 

 

Cristiana Guerra     

01 de Dezembro de 2012