Adão sem a NOSSA Eva

Adão sem a NOSSA Eva

"Para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade." - Confúsio

Ao longo destes 22 anos de existência, muitos foram aqueles que pisaram os palcos envergando o nosso símbolo e honrando o nome GEDE.

Uns com passagens mais curtas, outros com passagens mais longas e outros ainda que se mantêm desde o nascimento do GEDE.

É o meu caso e o da nossa Eva – Carla Soares - que desde 1992, transportamos para os palcos toda a nossa energia pelo amor a esta arte que é o Teatro.

Nos últimos 5, 6 anos o GEDE tem mantido um núcleo duro de elementos o que faz com que se criem fortes laços de amizade dignos de uma verdadeira FAMÍLIA.

Nunca, em 22 anos de existência, o GEDE se deparou com a possibilidade de ter de cancelar um espetáculo seja por que motivo fosse. Só que neste fim-de-semana a nossa Carla Soares viu-se na impossibilidade de poder atuar por motivos de força maior.

Foram dias de ansiedade, pois em conversas com a nossa Carlinha, havia ainda a esperança de estar apta para as duas atuações que tínhamos agendado para o fim-de-semana.

Todo o grupo estava preocupado. Senti a preocupação de toda a gente com a situação que a nossa Carlinha estava a passar e todos nós estávamos ansiosos por ótimas noticias que tardavam em chegar. Infelizmente a nossa Carlinha não ia poder mesmo atuar e tínhamos de tomar uma decisão. A mais fácil seria cancelar as atuações, a mais difícil seria Irmos atuar sem a nossa EVA sendo ela um elemento preponderante para o desenrolar da peça.

Surgiu uma solução e decidimos, porque SOMOS GEDE, arriscar. Íamos mesmo fazer Adão sem a nossa Eva.

Foram duas atuações difíceis, muito difíceis mesmo, pois sentimos que faltava ali alguém da nossa FAMÍLIA GEDE e não era a mesma coisa. Estávamos desfalcados.

- Imagina tu Carlinha, que até sobrou comida! Como vês não foi a mesma coisa.

Unimos forças e partimos para a solução – alguém do público tinha de se candidatar a ser a nossa EVA.

No sábado em Pindelo, Oliveira de Azeméis a nossa Eva foi o Paulo Almeida que um pouco a custo se voluntariou. Obrigado Paulo! Estiveste á altura do desafio e o teu sonho de ser ator realizou-se.

No domingo em Pinheiro da Bemposta, Oliveira de Azeméis a nossa Eva á “força” foi a Isabel Cardoso. Isabel, e que tal passares da encenação para o palco? Obrigado Isabel, simplesmente fantástica.

- “… Aqui á frente do meu marido!”

Deixaste o Adão sem palavras. Fantástica!

Uma palavra de apreço também para o maravilhoso público que nos acarinhou e compreendeu esta situação. OBRIGADO

Para ti Carlinha, força que este pesadelo já está quase a terminar e muito em breve cá estaremos todos a festejar o teu regresso, á boa maneira do GEDE.

SOMOS GEDE

 

Ricardo Silva 

  17 de Novembro de 2014